Foto reprodução

Você costuma ser uma pessoa que chora muito?

Se a reposta é sim, já se perguntou qual seria o motivo das suas lágrimas? Seja qual for o motivo do chororó, as lágrimas são excelentes formas para fazer a liberação das emoções e conseguir processar difíceis situações, conforme explicou a especialista Gail Saltz, que é professora de psiquiatria da Escola de Medicina em Nova York.

Contudo, é importante ressaltar que se o choro ocorre em excesso e que a pessoa não consegue ter o controle das próprias emoções, pode se tratar de alguma coisa mais séria. Esse artigo vai elencar possíveis problemas que podem estar por trás de tantas lágrimas, de acordo com especialistas.

Depressão

A depressão é um problema muito sério e pode acontecer com qualquer pessoa. Trata-se de um distúrbio de humor que pode acabar provocando crises de choro incomum. Tristeza profunda, falta de esperança e sensação de vazio, dificuldade em dormir, cansaço e perda de interesse são alguns dos sintomas da enfermidade.

Ansiedade

Preocupação em excesso, choro, irritação, dificuldade para conseguir se concentrar, são alguns dos indícios do transtorno de ansiedade, mal que atinge muitas pessoas hoje em dia. Se tiver esses sintomas procurem a ajuda de um profissional.

Trauma precoce

Pessoas com uma infância difícil e cheia de traumas, com eventos extremos, costumam chorar com maior frequência que uma pessoa normal. Isso acontece porque o sistema nervoso acaba reproduzindo da mesma forma uma resposta independente da escala de quão traumática foi o evento realmente.

Estresse

Quando o organismo precisa lidar com sentimentos fortes, a parte sensível do cérebro acaba dominando o ‘cérebro pensante’, isso permite que as lágrimas brotem com mais facilidade. Níveis de cortisol alto pode elevar o estresse intensificando a reatividade a uma situação complexa.

Personalidade

A personalidade traz as características de um indivíduo. Portanto, algumas pessoas podem ser mais sensíveis que outras, tendo como um traço do comportamento ser mais chorona.

Hormônios

Os hormônios são responsáveis por controlar funções do corpo como: emoção, humor, fome e reprodução. Por isso, é importante ressaltar que qualquer tipo de mudança hormonal pode provocar desequilíbrio no organismo trazendo as lágrimas à tona.

Mulheres

As mulheres acabam sendo mais sensíveis e são acostumadas a mostrar os sentimentos. Isso indica que chorar, viver o luto, ficar triste ou mesmo vulnerável é uma coisa muito mais familiar para elas.

Efeito pseudobulbar

Esse tipo de condição neurológica pode afetar as emoções após algum tipo de lesão no cérebro ou algum distúrbio na região do cérebro responsável por controlar a emoção. Se você não era uma pessoa chorona, mas agora tem crises de choro, riso incontrolável ou até mesmo raiva, isso pode indicar um efeito pseudobulbar.

Vale frisar que mudanças de comportamento no organismo sempre precisam ser avaliadas por um profissional da área. Portanto, se achar que tem alguma coisa errada procure a ajuda de um médico.

*Com as informações do I7 news