Azul volta a operar em Teresina

Além da capital do Piauí, outras oito bases voltarão a receber aeronaves da companhia – Navegantes e Chapecó (SC), Londrina e Foz do Iguaçu (PR), Fortaleza (CE), São José do Rio Preto (SP), Marabá (PA) e Sinop (MT).

Segundo a empresa, a operação em Teresina terá como destino Campinas, a maior base de atuação da Azul no país, e será cumprida com as aeronaves modelo Airbus A320neo, com capacidade para 174 clientes. Com a ligação, a companhia retoma a assistência pelo modal aéreo e possibilita o transporte de cargas importantes, como as de medicamentos e equipamentos de proteção individual, assim como de clientes que precisem viajar e também de profissionais de saúde.

“Continuamos operando nossa malha essencial em diversas localidades, sem deixar de oferecer o modal aéreo, um serviço tão importante para o País. Voltaremos a operar em Teresina e queremos continuar garantindo a nossos Clientes a conectividade, uma marca da Azul, que possibilita o transporte de cargas e o trânsito de Clientes que necessitem viajar por qualquer região do Brasil pelos mais diversos e importantes motivos”, ressalta André Mercadante, gerente geral de planejamento de malha da Azul.

Para a retomada dos voos, a companhia disse que segue reforçando a limpeza de todas as aeronaves a cada voo e à noite, além de orientar os tripulantes para se atentarem as medidas de higiene recomendadas pelo Ministério da Saúde.

A empresa disse que a frota de aviões é equipada com sistemas de ar condicionado que possuem filtros HEPA (High Efficiency Particulate Air). Esses filtros renovam o ar de toda aeronave a cada três minutos e conseguem extrair 99,999% dos vírus existentes, extinguindo até mesmo os mais pequenos, incluindo o COVID-19.

Veja os horários dos voos

Fonte/cidadeverde