Por muito tempo o abacate foi considerado um verdadeiro inimigo da alimentação, visto como uma fruta gordurosa e calórica. No entanto, hoje já se sabe que as gorduras encontradas no abacate, mesmo sendo calóricas, são responsáveis pela redução dos níveis de colesterol e triglicerídeos no organismo, podendo prevenir doenças cardíacas e até mesmo o câncer.

Veja agora os Benefícios do Abacate para a saúde:

O abacate pode agir como anti-inflamatório natural e anti-envelhecimento, além de reduzir os níveis de glicose no sangue diminuindo o estresse. A ação anti-inflamatória que a ingestão do abacate proporciona é graças a vitamina E. Outra substância importante encontrada na fruta é o beta sitosterol, responsável no controle do hormônio do estresse, o cortisol. Além disso, ajuda na hidratação adequada da pele e dos cabelos.

Também é uma fruta calórica e rica em lipídeos: Cerca de 77% das calorias no abacate são de gordura. No entanto, as gorduras presentes nesse alimento são de alta qualidade, se assemelhando às propriedades físico-químicas do azeite de oliva. A maior parte da gordura presente no abacate é ácido oleico. Este é um ácido graxo monoinsaturado, que tem sido associado à inflamação reduzida e tem demonstrado efeitos benéficos sobre os genes ligados ao câncer. O óleo de abacate apresenta diversos compostos bioativos, possuindo carotenóides, ácido ascórbico, compostos fenólicos, tocoferóis, fitoesteróis, entre outros. O abacate é rico em:

  • Cálcio
  • Potássio
  • Vitamina C
  • Fósforo
  • Manganês
  • Magnésio
  • Lipídios
  • Ferro
  • Cobre
  • Zinco
  • Vitamina E
  • Vitamina A (4, 5)

Informação Nutricional do Abacate (porção de 100 gramas)

Nutriente Quantidade %VD
Valor energético 96.2 kcal 5%
Carboidratos 6,0g 5%
Proteínas 1,2g 2%
Gorduras saturadas 2,3g 10%
Gorduras monoinsaturadas 4,3g
Gorduras saturadas poliinsaturadas 1,4g
Fibra alimentar 6,3g 25%
Cálcio 7,9mg 1%
Vitamina C 8,7mg 19%
Fósforo 22,0mg 3%
Manganês 0,2mg 9%
Magnésio 14,7mg 6%
Ferro 0,2mg 1%
Potássio 206,3mg
Cobre 0,2ug 0%
Zinco 0,2mg 3%
Ricoflavina B2 0,0mg 3%

Abacate pode ser consumido na gravidez.

  • Bom funcionamento intestinal, porque é fonte de fibras
  • Trazer saciedade, fator importante para manter o peso nesse período, já que a progesterona pode aumentar a fome
  • Reduz o colesterol ruim por meio dos fitoesteróis que competem pelo mesmo campo de absorção
  • Fortalece o sistema imunológico por sua composição de vitaminas
  • Oferece boa ingestão de gorduras ômegas, relacionadas à melhor função cognitiva do bebê

Abacate ajuda o funcionamento do cérebro

A presença das gorduras benéficas e de antioxidantes no abacate promove o bom funcionamento cerebral. Destacam-se a luteína (carotenóide) e o ômega 3, aliados importantes para otimizar a memória, por estimularem a renovação das células cerebrais.

Impede o surgimento de gases

A polpa do abacate tem propriedade carminativa (reduz a produção de gases) e é útil contra o ácido úrico. O chá das folhas, casca e sementes raladas ou moídas é considerado como diurético, favorecendo a digestão gástrica, além de ser estimulante da vesícula biliar. Portanto, pode ser utilizado em casos de prisão de ventre, diarreia e flatulências. As folhas do abacateiro também são altamente digestivas.

Abacate ajuda a emagrecer

O abacate é fonte de ômega 6, ômega 9 e ômega 7. Esses nutrientes mantém o equilíbrio no organismo, auxiliando a perda de gordura corporal. Além disso, ele pode ser incluído na dieta porque é rico em fibras, o que garante o funcionamento do intestino, além de saciar a fome. Um estudo conduzido pelo pesquisador Wien M (2013) mostrou que as pessoas que comeram abacate se sentiram 23% mais satisfeitas e tiveram um desejo 28% mais baixo de comer durante as próximas 5 horas, quando comparado com o grupo que consumiu outro alimento.

Como consumir o abacate para emagrecer

O abacate pode aumentar a produção de GH, o hormônio do crescimento, que auxilia a formação de músculos. Estes, por sua vez, gastam mais calorias, principalmente se consumido à noite, quando há pico na produção desse hormônio. A quantidade que deve ser consumida para obter o benefício é de uma a três colheres do fruto. O abacate pode ser ingerido de 2 a 3 vezes por semana, sozinho ou como complemento de outras refeições, como saladas ou lanches, desde que seja respeitada a quantidade de 100g do fruto.

Melhora o rendimento nos treinos

O abacate ajuda a melhorar o rendimento do treino porque é um alimento muito calórico. Quando consumido antes da atividade física, o abacate ajuda na hipertrofia muscular, pois fornece energia para o treino. Além disso, contém proteína, macronutriente que ajuda na recuperação muscular. Sem contar que repõe sais minerais e ajuda a prevenir cãibras em corredores.

Abacate com torrada é boa opção para ter energia

Essa dupla ficou famosa e virou mania em alguns lugares do mundo, como uma refeição saborosa e muito nutritiva. A torrada é um alimento rico em carboidrato, que pode ser substituído pela tapioca ou pela versão da torrada sem glúten no caso de intolerantes. Já o abacate é fonte de gordura boa, que gera energia e saciedade. No entanto para melhorar ainda mais essa combinação, é importante incluir um alimento rico em proteínas, como clara de ovo mexida, queijos magros ou até mesmo uma dose de whey protein (como opção líquida para complementar o lanche). A quantidade de cada um desses alimentos citados irá depender do protocolo alimentar de cada pessoa.

Fique Ligado:

Alguns Cuidados:

Erros ao consumir o abacate

Um dos erros mais comuns é acrescentar ingredientes que tornam a fruta ainda mais calórica, como leite e açúcar. Nesse caso, se o objetivo é manter ou perder peso, a recomendação é consumir a fruta sozinha ou com combinações mais cuidadosas. Não é comum utilizarmos o abacate em preparações salgadas, porém ele é uma fruta muito versátil e pode ser usado em cremes, pizzas, recheios e assados, por exemplo.

Malefícios do consumo excessivo de abacate

O abacate, apesar de não ter contraindicações, se consumido em excesso pode promover o ganho de peso corporal. Como o fruto é rico em gorduras, o consumo acima da quantidade recomendada pode fazer com que elas sejam armazenadas pelo organismo. O maior segredo da alimentação saudável é o equilíbrio, portanto, não devemos esquecer que o abacate é uma fruta calórica.

Fonte: MancheteNet