Presidente da República, Jair Bolsonaro, e a ex-presidente Dilma Rousseff

Nesta segunda-feira (28), o presidente da República, Jair Bolsonaro, questionou se a ex-presidente Dilma Rousseff sofreu realmente torturas durante o Regime Militar.

Ele ainda afirmou que estaria esperando por um raio X, o qual seria a prova de que o evento ocorreu ou não.

“Dizem que a Dilma foi torturada e fraturaram a mandíbula dela. Traz o raio X para a gente ver o calo ósseo. Olha que eu não sou médico, mas até hoje estou aguardando o raio X” — afirmou.
A ex-presidente da República integrou movimentos armados da esquerda contra o Regime Militar. Em janeiro de 1970, ela foi presa em São Paulo, aos 22 anos, e passou quase 3 anos na cadeia.
O presidente Bolsonaro também disparou contra os ex-maridos de Dilma.

“O primeiro marido dela, que está vivo, Claudio Galeno, sequestrou um avião e foi para qual País democrático? Cuba. O segundo, que morreu, Carlos Araújo, (…) falou que passou a lua de mel com Dilma Rousseff assaltando caminhões de carga na baixada fluminense (risos).”
*Com as informações da tvcidadenews