Lançamento do aplicativo CAIXA|Auxílio Emergencial

No último dia 23, terça-feira, o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, confirmou que em breve será publicado o calendário de pagamentos da terceira parcela do auxílio emergencial. As datas são aguardadas por mais de 44 milhões de brasileiros beneficiados com a medida.

Na ocasião da abertura do Ciab Febraban, um congresso de tecnologia da informação do setor financeiro, promovido todos os anos pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban), Guimarães falou sobre. “A gente deve anunciar agora nos próximos dias o terceiro calendário”, prometeu o presidente do banco.

O auxílio emergencial de R$ 600,00, e R$ 1,2 mil para mães solteiras, é uma das medidas emergenciais adotadas pelo governo federal para amenizar os impactos econômicos causados pela pandemia do novo coronavírus.

Imagem com Link

São contemplados trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEIs), autônomos, desempregados, pessoas cadastradas no Bolsa Família e inscritos no Cadastro Único (CadÚnico).

Pagamento do auxílio emergencial aos beneficiários do Bolsa Família

Guimarães recordou que, embora o cronograma não tenha sido divulgado pela Caixa, aproximadamente 10 milhões de brasileiros já tiveram direito a terceira parcela do auxílio emergencial.

Isso porque os 19,2 milhões de brasileiros que fizeram a troca do Bolsa Família pelo benefício, por conta da Covid-19, permanecem recebendo ajuda da União nos mesmos dias de pagamento do Bolsa Família. Nesta quarta, 24, recebem o auxílio os beneficiários do Bolsa Família com o Número de Identificação Social (NIS) terminado em 6.

Para reduzir as aglomerações nas agências bancárias, a Caixa só deve liberar o saque em espécie do dinheiro depois da conclusão dos pagamentos do Bolsa Família, que se encerram na próxima terça-feira, dia 30.

3ª parcela do auxílio emergencial será depositada no App Caixa Tem

O cronograma que deve ser publicado pelo governo federal nesta semana terá validade para os 44,9 milhões de brasileiros que fizeram o cadastro do auxílio emergencial pelo aplicativo, site ou CadÚnico. “Estamos falando de 64 milhões de pessoas que estão recebendo todo mês seu auxílio”, destacou o presidente da Caixa.

O dinheiro deve ser seguir o mesmo padrão de pagamento da segunda parcela, sendo depositado na poupança social da Caixa e sendo movimento por meio do aplicativo Caixa Tem.

Fonte:editalconcursosbrasil