Camilla Abreu: pai comenta sobre decisão do TJ-PI em expulsar acusado

Jean Abreu, pai da Camila Abreu, comentou ao 180 sobre a decisão por unanimidade do Tribunal de Justiça do Estado do Piaupi (TJ-PI), nesta segunda-feira (04/02), pela perda da patente de Allisson Wattson da Silva Nascimento e sua expulsão dos quadros da Polícia Militar.

“O sentimento que a justiça está sendo feita. Primeiro passo foi dado, agora é correr atrás pra marcar a data do Júri dele. Não só a nossa família, mas todas as famílias vítimas de violência contra a mulher estão satisfeitas com o resultado”, disse Jean Abreu.

Allisson Wattson da Silva Nascimento é acusado de cometer feminicídio contra Camila Pereira Abreu em outubro de 2017.

Os desembargadores concluíram que a conduta do então capitão da Polícia Militar é incompatível com o oficialato. O caso foi relatado pelo desembargador José Francisco do Nascimento.

SOBRE O CRIME
Camilla Abreu, na época com 22 anos, era estudante de direito e namorava com o policial Allisson Wattson há 10 meses, quando no dia 26 de outubro de 2017, desapareceu após sair com ele. Depois de dias de investigação, a Delegacia de Homicídios descobriu que o militar teria matado a jovem com um tiro no rosto dentro do seu carro, jogado o corpo em um matagal e tentado limpar os indícios do crime, inclusive tentou se desfazer do veículo. 

Fonte:180graus.com