Caso Daniel: Segundo dia de audiência tem grito de juíza e relato de beijo roubado

O segundo dia de audiência de instrução do caso Daniel, nesta terça-feira 19, teve depoimentos de parte da família do atleta e de um amigo próximo do jogador. Em um dos momentos de mais polêmica, Lucas Muner, amigo de Daniel, disse que Cristiana Brittes se aproximou dele e “roubou” um beijo durante a balada de aniversário de Allana Brittes, na noite anterior ao crime. As informações são do UOL.

As testemunhas Eliana e Regina Correa, mãe e tia de Daniel, falaram sobre a personalidade do jogador e conversas que tiveram com a família Brittes após o crime.

A última pessoa a prestar depoimento foi Bruna Martins, ex-namorada e mãe da filha de Daniel.

Ainda segundo o UOL, a juíza teve que gritar para colocar ordem na audiência durante fala da tia. Os advogados Nilton Ribeiro, da família de Daniel, e Cláudio Dalledone Júnior, da família Brittes, se estranharam, obrigando a juíza Luciani Regina Martins de Paula a também levantar a voz.

Em um momento de tensão, a mãe de Daniel disse que Edison Brittes Júnior ligou para a família oferecendo ajuda e classificou a atitude como desumana.

Os depoimentos continuam hoje no fórum de São José dos Pinhais (PR). A audiência de instrução servirá para decidir se os réus irão a júri popular.

Fonte: ISTOE