Lázaro Barbosa, o serial Killer do DF Foto: Reprodução

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) confirmou que Lázaro Barbosa, de 32 anos, foi o responsável por estuprar uma jovem no Setor Habitacional Sol Nascente em 26 de abril deste ano, data do aniversário da vítima.

As autoridades realizaram um exame genético que, nesta sexta-feira (2), confirmou a autoria do crime.

O assassino em série invadiu a chácara onde a vítima morava com o marido e o filho, e fez a família de refém. Na ocasião, Lázaro usava máscara e óculos escuros para atrapalhar a identificação. Após vasculhar a residência por uma hora, ele trancou o marido e o filho em um cômodo e levou a mulher para um matagal na região, onde a violentou por 40 minutos. De acordo com relatos da vítima, durante o crime ele chegou a dizer que frequentava a igreja, que tocava guitarra e baixo, mas que teria ficado “louco”.

Em entrevista ao portal Metrópoles, a delegada-chefe da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam 2) em Ceilândia explicou como foi realizado o exame para identificar a autoria do crime.

– Chegamos à conclusão através de provas objetivas. As impressões digitais de Lazáro foram encontradas no local através do Instituto de Identificação (II) e também através do material genético. Nós tínhamos o material genético dele no Instituto de Pesquisa e DNA Forense (IPDNA) por um crime que ele havia sido condenado em 2009 e confrontamos com o material encontrado na atual vítima. Com isso, foi possível confirmar com 100% de certeza que Lázaro Barbosa é o autor do estupro violento no Sol Nascente, em abril deste ano.

Acusado de chacinar uma família em Ceilândia no início do mês de junho, Lázaro foi caçado por uma força-tarefa de centenas de polícias durante 20 dias. A operação terminou no último dia 28 de junho, quando o maníaco foi cercado e acabou morto após confronto armado com a polícia em Águas Lindas de Goiás. O laudo preliminar do IML de Goiânia aponta que o criminoso foi atingido por 39 disparos. Lázaro foi sepultado pela família na tarde desta quinta-feira (1°) em cemitério em Goiás, no Entorno.

“Com as informações do Pleno News