Imagem de câmara de segurança

Uma mulher, de 31 anos, foi presa na quinta-feira (18) suspeita de matar a jovem Djaiane Batista Barros, de 26 anos, em uma boate em Tianguá (CE). De acordo com o delegado plantonista da Delegacia Regional de Tianguá, Fábio da Silva Pessoa, a suspeita foi até o local em busca do marido. As informações são do jornal Diário do Nordeste.

Segundo a polícia, na boate, a mulher Dayanne Rafaelle da Silva Rodrigues, que estava armada, encontrou o esposo com mais quatro pessoas, dentre elas Djaiane, em uma mesa. Em seguida, ela atirou contra o grupo e atingiu duas pessoas.

Djaiane morreu no local e o corpo foi encaminhado para perícia. Já um homem, de 24 anos, que também foi baleado, foi socorrido para uma unidade hospitalar. À polícia, a suspeita afirmou que estava com raiva do companheiro e efetuou os disparos de forma aleatória. Ela disse ainda que não conhecia a mulher que foi baleada.

Imagem de uma câmera de segurança mostram a mulher saindo do local logo após efetuar os disparos. Ela é seguida pelo marido que tenta tirar a arma da mão dela. Conforme o delegado, a arma utilizada no crime foi comprada em Fortaleza (CE), mas a ação não foi premeditada.

“Segundo ela, ela agiu desconfiando que ele estaria lá e resolveu fazer na hora”, informou o delegado ao jornal Diário do Nordeste. Dayanne Rafaelle vai responder por homicídio qualificado e lesão corporal de natureza grave. Um inquérito foi instaurado pela delegacia do município para apurar as circunstâncias do crime.

*Com as informações do IstoÉ