O jornal “Valor Econômico” ,de sexta-feira (5),  destaca opinião do senador piauiense Ciro Nogueira, presidente nacional do Progressistas, sobre o comportamento a ser adotato pelo novo presidente da Câmara Federal, Arthur Lira (Progressistas-AL), em relação ao Palácio do Planalto.

“Nem aliado nem subserviente”, disse Ciro Nogueira.  O jornal também destaca Ciro Nogueira como provável vice na chapa do presidente Jair Bolsonaro nas eleições gerais de  2022.. De olho na vaga de vice de Bolsonaro, Ciro Nogueira disse: “ainda é cedo”.

O presidente regional do Progressistas, deputado estadual  Júlio Arcoverde, afirmou que  não descarta a possibilidade do senador Ciro Nogueira, ser vice na chapa do presidente Jair Bolsoanro (sem partido), em 2022. Porém, o deputado afirma que o maior projeto político de Ciro Nogueira  é ser governador do Piauí e ter o Progressistas como o maior partido do país.

Júlio Arcoverde disse que desde quando assumiu a direção nacional da sigla, Ciro Nogueira trabalha na construção da estrutura necessária para forma uma base forte para ser candidato a governador.

“Uma vaga de vice sempre honra qualquer estado. Mas gostaria de que o Ciro possa ser governador do Piauí. Quando iniciamos esse trabalho no Progressistas, tínhamos o intuito de ter o Ciro como governador em 2022. Se não  for possível, temos outros grandes nomes dentro do partido. Acredito que o Ciro saberá conduzir isso. É uma honra tê-lo como candidato a vice de Bolsonaro. Mas nunca conversamos sobre isso. Vejo mais vontade do Ciro em presidir o maior partido do país que é o Progressistas”, declarou Ciro Nogueira.

Fonte:meionorte