foto demonstração manchetenet.com

O crescimento dos casos de infecções pelo novo coronavírus, em países como a Itália, a Coreia do Sul e o Irã aumentou o receio de que a doença se espalhe pelo mundo.

vírus, que começou a fazer vítimas no início do ano, já infectou cerca de 77 mil pessoas e matou mais de 2.500 na China.

Na Itália, há 7 mortes confirmadas, no Irã, 12, e na Coreia do Sul, 7.

No país europeu, os novos casos levaram o governo adotar medidas de controle nas regiões afetadas. Há pontos de bloqueio em torno de 11 cidades italianas que estão em quarentena. Além das mortes, ao menos 190 pessoas foram diagnosticadas com o vírus.

A ameaça fez com que jogos de futebol, aulas e apresentações teatrais fossem canceladas e, até mesmo, o tradicional carnaval de Veneza foi afetado. Países que fazem fronteira com a Itália ou recebem muitos turistas de lá começaram a discutir medidas de controle.

Oriente médio
No Irã, 12 pessoas já morreram e há 61 infectadas pelo novo vírus. A maior parte dos casos foi identificada na cidade de Qom, uma localidade sagrada para os xiitas, que fica a 120 quilômetros ao sul de Teerã.

O Kuwait e o Bahrein registraram seus primeiros casos de coronavírus nesta segunda-feira (24/02) – todos os pacientes são pessoas que estiveram no Irã. Os Emirados Árabes anunciaram dois novos casos no sábado (22/02): um casal de turistas iranianos.

No Líbano, houve o primeiro caso na sexta-feira (21/02): uma mulher que voltou de Qom, no Irã.

A Coreia do Sul também registrou um aumento súbito de casos notificados nesta segunda-feira (24/02). De uma vez só, foram anunciadas 231 infecções, o que elevou o total no país para 833. O número de mortes no país subiu de 5 para 7.

CLIQUE AQUI PARA CURTIR A FRON PAGE DA MANCHETENET


Fonte:Redação Manchete Net/metropóles