COVARDIA: POLICIAL MILITAR SEM NOÇÃO MATA ESTUDANTE COM UM TIRO NO PESCOÇO

Um tiro disparado por um policial militar matou com um tiro no pescoço a estudante Thalia Oliveira, 19, no final da madrugada deste domingo, 18, no município de Rio Preto da Eva, na Região Metropolitana de Manaus.

De acordo com as primeiras informações, a jovem foi atingida com o tiro mortal quando viajava na garupa de uma motocicleta que furou o bloqueio de uma operação policial em um dos bairros do município, distante 57 quilômetros de Manaus.
O homem que dirigia a motocicleta não obedeceu à ordem de parada dada pelos policiais militares e quando avançou com o veículo em alta velocidade foi efetuado o disparo.
Thalia caiu da motocicleta sangrando bastante, agonizou e, segundo testemunhas do fato, morreu ali mesmo, enquanto o condutor da motocicleta foi detido, algemado e levado para a Delegacia de Polícia Civil do município.
O policial militar também se apresentou na DIP de Rio Preto da Eva e prestou depoimento sobre o tiro disparado e que provou a morte da jovem que viajava na garupa da motocicleta.
Thalia viajava na garupa da motocicleta que furou o bloqueio
e foi atingida com tiro no pescoço (Foto: Divulgação) 
O fato aconteceu em uma rua que se localiza logo na entrada do município, e até onde se sabe o casal que viajava na motocicleta não estava com nenhum material ilícito.
A morte da jovem em tais circunstâncias provocou muita revolta dnos familiares e amigos tanto de Thalia como do rapaz que seria seu namorado e pilotava a motocicleta.
O policiamento na DIP de Rio Preto da Eva teve que ser reforçado porque a revolta popular iniciada depois de circular no município a notícia da morte de Thalia levou dezenas de pessoas para a frente do prédio da delegacia.

O sargento se chama Rosivaldo Oliveira dos Santos e foi preso em flagrante. Thalia Nascimento de Oliveira tinha 18 anos e acabara de se tornar estudante universitária.

Foi morta na madrugada deste domingo, após ela e o namorada não pararem na barreira policial instalada na entrada da cidade de Rio Preto da Eva, na Região Metropolitana de Manaus.Um tiro disparado pelo sargento atingiu o pescoço da jovem, que morreu minuitos depois.

A morte de Thalia gerou grande comoção em Rio Preto da Eva, pois ela era bastante conhecida na cidade.

Segundo amigos do sargento, ele está abaladíssimo e chora muito.

Foto: Divulgação

VEJA RELATO DA PM SOBRE O FATO:

*Portal do Zacarias