Novo coronavírus

Teresina vem mantendo os índices de isolamento social nos últimos dias.

Na última quinta-feira (01) os dados da startup InLoco apontam que a cidade ficou em terceiro no ranking das capitais do país, com isolamento de 35,8%, perdendo apenas para Porto Alegre (36,5%) e Rio Branco (36,2%). O número teve uma leve queda (0,3%) em relação ao registrado no mesmo período da semana anterior, mas dentro dos padrões que vêm sendo registrados semanalmente.

A zona Leste de Teresina é a região onde as pessoas mais cumprem as recomendações de ficar em casa. Na região, o isolamento ficou em 36,52%. Em seguida vem a zona Norte, com 36,23%, zona Sul com 35,8% e por último a zona Sudeste com 33,78%. Os percentuais são monitorados diariamente por meio de georreferenciamento através dos smartphones.

O levantamento apontou ainda que os melhores índices foram registrados nos bairros Santo Antônio (51,6%), Pedra Mole (48,97%), Ininga (43,18%), Memorare (42,7%) e São Pedro (42,55%). Por outro lado, São Sebastião (22,05%), Real Copagre (27%), Mafrense (28%), Por Enquanto (28,15%) e Cidade Jardim (29,23%) foram os que menos cumpriram as orientações de permanecerem em casa.

O isolamento social é uma das medidas para evitar a proliferação em massa pelo novo coronavírus. A capital registrou na última quinta-feira mais 283 casos de Covid-19, além de três mortes em decorrência da doença. Agora já são 32.652 casos, 1.020 óbitos e 14.493 pessoas recuperadas desde o início da pandemia, em março deste ano.

O número de óbitos vem reduzindo nas últimas semanas, de acordo com os dados do painel epidemiológico da Fundação Municipal de Saúde. No pico da doença, na segunda quinzena de julho, chegou-se a registrar 89 óbitos em uma única semana. Desde então, os números vem caindo. A redução desse período até agora já chega a 78,65%. Apesar disso, os especialistas ressaltam que o momento é de manter as medidas sanitárias de uso de máscara, álcool em gel e evitar aglomerações para que se evite uma segunda onda de casos.

*Com as informações do Ascom/FMS/PMT