A capital registrou nesta quarta-feira (05) o pior índice isolamento social desde o início da quarentena em Teresina, ficando em apenas 37,8%.

Nesta semana, a cidade também registrou outro percentual baixo ao marcar 39, 6%, quando retomou as atividades econômicas do setor do comércio varejista de roupas e calçados, centros comerciais e shoppings, indústria extrativa e de transformação e atividades imobiliárias, profissionais, científicas e técnicas.

No panorama geral entre as capitais, Teresina alcançou a sexta colocação. O levantamento é feito pela startup Inloco, que realiza o georreferenciamento de smartphones quando os usuários se conectam à internet pelo celular. De acordo com os dados, a zona Centro/Norte da cidade continua registrando o maior índice, marcando 38,79% de isolamento. Já região Sudeste registrou o pior índice com 36,55% de moradores cumprindo as medidas adotadas pela Prefeitura.

Leia também:

Caixa libera pagamento do auxílio emergencial mesmo com conta bloqueada

Operação Fênix:Polícia Civil cumpre mandados de prisão contra acusados de homicídio e tráfico de drogas

Entre os bairros da capital, o Ininga, na zona leste, registrou o melhor índice, ficando em 61,30%. Na outra ponta da tabela, o bairro Beira Rio, na sudeste, aparece com o percentual mais baixo em 23,20%.

A Prefeitura de Teresina reforça que mesmo com a retoma de algumas atividades econômicas e a diminuição de casos do novo coronavírus, os teresinenses devem adotar todos os cuidados para evitar a proliferação do vírus, que já causou a morte de 745 pessoas na capital.

*Com as informações do SEMCOM