Wilson Witzel

Eleito em 2018 para o governo do Rio, Wilson Witzel sofreu impeachment após denúncias de superfaturamento em compras de equipamentos para o combate à Covid-19.

Nesta terça, o ministro Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal, concedeu a ele o direito de não comparecer à sessão desta quarta da Comissão Parlamentar de Inquérito que avalia a condução da pandemia.

O ex-governador também tem o direito de não responder a perguntas que possam incriminá-lo. Witzel, porém, já está no Congresso aguardando o depoimento e disse que responderá a todos os questionamentos

Acompanhe ao vivo aqui ⇓


Redação MancheteNet