Dimas Covas, diretor do Butantan

O médico e diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, responderá perguntas dos senadores na Comissão Parlamentar de Inquérito que analisa a condução da pandemia de Covid-19 no país. Ele será questionado sobre a negociação para compra e produção da CoronaVac no Brasil.

O presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, comparecerá à CPI da Pandemia no Senado na próxima quinta-feira (27). A informação foi confirmada à CNN pelo senador Omar Aziz (PSD), presidente da comissão.

Aziz disse que o depoimento de Dimas Covas ajudará a esclarecer o episódio da compra da Coronavac por parte do Ministério da Saúde. Uma ala de parlamentares da CPI encontra elementos que atestariam a omissão do governo federal na compra dos imunizantes — como, por exemplo a carta da Pfizer, apontando as diversas recusas que recebeu do governo federal.

Inicialmente, estava marcado para quinta-feira (27) o depoimento do ex-secretário executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco. No entanto, ele informou à presidência da CPI que ainda se recupera do diagnóstico de Covid-19 que teve no dia 3 de maio. Ainda não há nova data definida para a oitiva.

“Com as informações da CNN