Delegado de Floriano sofre atentado e é alvo de vários disparos

Segundo o próprio delegado, que não foi atingido visto que o carro é blindado, dois homens atiraram várias vezes contra o automóvel.

Na noite de domingo, 05 de abril, o delegado Danilo Barroso, da delegacia regional da cidade de Floriano, sofreu uma tentativa de homicídio no momento em que chegava na sua residência onde seu veículo foi alvejado por vários tiros.

Segundo o próprio delegado, que não foi atingido visto que o carro é blindado, dois homens atiraram várias vezes contra o automóvel.

A suspeita é de que os autores dos disparos queriam atingir alguém que poderia estar com o delegado, visto que no mesmo dia, um homem identificado como Roger, apontado como autor do homicídio de Italo Ferreira Quaresma se apresentou na Central de Flagrantes 24 horas depois do crime. De acordo com informações, Roger estaria agredindo a sua companheira quando ao tentar fugir, ela entrou na casa de Italo e pediu socorro, a vítima tentou impedir que o homem continuasse agredindo sua esposa quando foi alvejada a tiros.

Foto reprodução

O crime causou muita revolta na cidade. Vários integrantes da família da vítima estavam nas imediações da delegacia na expectativa de informações sobre o destino que seria dado ao Roger. Durante a noite, o clima começou a ficar tenso considerando que os familiares da vítima esperavam por justiça através da prisão e de acordo com o que rege nosso dispositivo legal, o fato dele não ter sido preso em flagrante e ter se apresentado voluntariamente, daria a ele o direito de prestar depoimento e sair da delegacia em seguida.

Muitos familiares e amigos se aglomeraram na porta da delegacia e a polícia tentava arrumar um jeito de tirar o acusado do local respeitando a sua integridade física.

A saída dos homens da Força Tática, sem levar consigo o Roger que permanecia dentro da delegacia, fez com que as pessoas que estavam nas imediações imaginassem que tudo era uma estragégia para tirá-lo em um carro descaracterizado. Os moradores se revoltaram e pouco tempo depois o delegado Danilo Barroso chegou no local com seu veículo alvejado.

“Eles podem ter achado que eu estava com o suspeito, já que os tiros se concentraram na parte de trás, mas eles erraram e a gente vai dar a resposta”, disse o delegado Danilo Barroso.

“A princípio a gente não tem nada de certeza, o que a gente tem são os fatos apresentados até então, que foi a chegada do delegado após a saída da delegacia de polícia, quando ele estava entrando na garagem do local onde mora ele foi surpreendido por uma dupla que estava em uma motocicleta. Um deles sacou a arma e efetuou os disparos, o delegado prontamente revidou e os criminosos fugiram”, detalhou o delegado Bruno Ursulino.

Sobre o fato de os tiros terem sido disparados quase todos na parte de trás do veículo, com o objetivo de tentar atingir alguém que o delegado estivesse levando, Bruno Ursulino afirmou: “A gente acredita que tenha relação um crime com o outro, é uma hipótese que a gente prefere não descartar, trabalhamos com ela e a gente prefere seguir levantando informações para que possamos ter uma resposta mais objetiva”, disse.

*Com as Informações Meio Norte