K. Usman derrotou G. Durinho por nocaute no UFC 258. Foto: Reprodução/Instagram

Não foi desta vez! Na luta principal do UFC 258, realizado neste sábado (13), em Las Vegas (EUA), Gilbert Durinho começou bem, mas não conseguiu superar o campeão Kamaru Usman na disputa do cinturão dos meio-médios (até 77.1kg.).

Após um bom começo, o brasileiro se perdeu no confronto e acabou sucumbindo com um nocaute no terceiro round (clique aqui e veja o vídeo do nocaute).

Além da oportunidade de entrar para o seleto grupo de campeões do Ultimate, Durinho teve a chance de fazer história e se tornar o primeiro brasileiro a ostentar um cinturão no UFC na categoria até 77.1kg. Porém, o revés manteve o jejum tupiniquim e os meio-médios continua sendo a única divisão onde o Brasil nunca teve um campeão.

Com o resultado, Gilbert perdeu seu primeiro compromisso desde que chegou ao meio-médio, em agosto de 2019. Após o confronto, o brasileiro foi bastante elogiado pelo nigeriano.

A nova vitória de Usman confirmou a terceira defesa de título do campeão. Além de bater Gilbert, o nigeriano superou a marca de Georges St-Pierre, de 12 triunfos consecutivos. Agora, com 13, o nigeriano é o homem a ser batido.

Após a derrota, Durinho, ainda no octógono, se emocionou bastante. Em prantos, o brasileiro chegou a receber o carinho do campeão, com quem treinou por oito anos.

Usman também não conteve as lágrimas. Durante a semana, o nigeriano deixou claro que não gostaria de enfrentar o brasileiro.

A luta

O confronto começou com Durinho partindo para cima com um direto, que passou no vazio. O brasileiro seguiu atacando com dois chutes baixos. Usman economizava nos golpes e buscava o melhor momento para atacar. Gilbert desequilibrou o campeão com um cruzado de direita. Aproveitando o bom momento, o niteroiense seguiu atacando, enquanto o nigeriano tentava se recuperar. O brasileiro arriscou um chute alto, que parou na guarda do nigeriano. O niteroiense se desequilibrou e Usman passou a chutar as pernas do desafiante. Gilbert seguia no chão e Kamaru de pé. O campeão evitava entrar na guarda do brasileiro. Durinho conseguiu se levantar e conectou uma joelhada no rosto do campeão. Usman respondeu com uma sequência de cruzados. O nigeriano tentava se aproveitar da maior envergadura, mas o niteroiense encontrava facilidade para acertar o adversário. O brasileiro mostrava confiança e magoava o rosto do oponente com diretos e cruzados. Gilberto seguiu mais agressivo e castigou o campeão com uma sequência de socos nos segundos finais, mas não havia mais tempo.

Na segunda etapa, o brasileiro voltou para o confronto pressionando Usman com uma sequência de socos. Kamaru respondeu com três jabs limpos no rosto do niteroiense. No centro do octógono, os lutadores trocavam ataques de forma equilibrada. Enquanto Kamaru atacava com jabs, o brasileiro respondia com cruzados potentes. Com o passar do tempo, o campeão começou a crescer no confronto e pontuava com socos de encontro no rosto do desafiante. Na metade do assalto, o nigeriano desequilibrou o brasileiro com um cruzado. Abalado, o brasileiro permaneceu bambo no octógono, enquanto o campeão continuava golpeando. O desafiante se defendia como podia, mas o momento era ruim. Usman continuava melhor, agredindo o brasileiro com socos e chutes. Perdido, o niteroiense lançava ataques no vazio. Próximo ao minuto final, Kamaru derrubou o brasileiro com um direto. O niteroiense esperou que o campeão entrasse na guarda, mas o campeão permitiu que o rival se levantasse. Perto do encerramento do round, Durinho tentou uma queda, mas não havia mais tempo.

O terceiro assalto começou com Gilbert tomando a iniciativa, com um direto e um chute baixo. O campeão respondeu com um direto, que desequilibrou o desafiante. Usman seguiu golpeando o brasileiro e, para manter a integridade do brasileiro, o árbitro interrompeu o confronto.

Resultados do UFC 258

CARD PRINICPAL

Peso meio-médio: Kamaru Usman derrotou Gilbert Durinho por nocaute técnico a 34s do R3

Peso mosca: Alexa Grasso derrotou Maycee Barber na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso médio: Kelvin Gastelum derrotou Ian Heinisch na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)

Peso pena: Ricky Simon derrotou Brian Kelleher na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso médio: Julian Marquez finalizou Maki Pitolo com um triângulo de mão a 4m17s do R3

CARD PRELIMINAR

Peso médio: Anthony Hernandez finalizou Rodolfo Vieira com uma guilhotina a 1m53s do R2

Peso meio-médio: Belal Muhammad derrotou Dhiego Lima na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso palha: Polyana Viana finalizou Mallory Martin com uma chave de braço a 3m18s do R1

Peso casado: Chris Gutierrez derrotou Andre Ewell na decisão unânime dos juízes (30-26, 29-28, 29-27)

Peso meio-médio: Gabe Green derrotou Philip Rowe na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)

*Com as informações do Super Luta