O Ministério Público Federal (MPF) está fazendo um ‘pente-fino’ a respeito de certos crimes envolvendo a parte econômica no Brasil. Ronaldinho Gaúcho foi um dos maiores jogadores de futebol da história e se aposentou há pouco tempo.

Após a aposentadoria, o craque brasileiro se dedicou a carreira de empresário, junto ao seu irmão. Seu nome é utilizado na maioria das empresas em que é sócio para, além da sociedade, seu nome atrair novos clientes com o Marketing.

Empresa investigada

A empresa 18kRonaldinho está sendo investigada por um suposto esquema de pirâmide financeira. A Instituição estaria prometendo rendimento de 2% por dia nas aplicações de seus clientes. Estes teriam que adquirir pacotes entre 12 dólares e 30 mil dólares.

A empresa se pronunciou e afirmou que sua principal atividade é vender relógios e outros objetos, negando qualquer tipo de envolvimento em esquemas de pirâmides financeiras. Ronaldinho foi citado pelos donos da empresa como um dos fundadores da própria.

Pena prevista

O MPF vem investigando e, caso concluir o inquérito, a pena prevista no código penal é de seis meses a dois anos de detenção e multa. Um projeto na Câmara dos Deputados prevê que esta pena mude para quatro a dez anos de reclusão e multa.

Ronaldinho ainda não se pronunciou oficialmente sobre tais acusações, mas a  empresa vem se defendendo de toda a investigação do Ministério Público Federal. Vale ressaltar que Ronaldinho e seu irmão também são alvos de investigações por sonegação de imposto.


Fonte:1 News