Na manhã desta quinta-feira (18/07), o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Piauí, cumpriu dois mandados de prisão temporária e cinco mandados de busca e apreensão contra dois empresários e em um escritório de contabilidade e empresas. 

Os empresários presos foram identificado como Josué Neto Soares Costa e Rogério de Holanda Soares e as empresas ERRES EMPREENDIMENTOS COMERCIAL LTDA e a RR CONTAS. As prisões se deram na operação intitulada “Créditos ilusórios” em apoio à investigação promovida pelo GAECO/MA e Polícia Civil do Maranhão.

Os empresários são suspeitos da participação em esquema milionário de sonegação fiscal operado por organização criminosa que estaria utilizando empresas “fachadas/fantasmas” com a finalidade de criar créditos tributários irregulares, gerando compensação tributária fraudulentas, sonegando impostos, causando prejuízo à Fazenda Pública Estadual.

A operação contou com a colaboração e apoio da Polícia Civil do Estado do Piauí, Polícia Civil do Estado do Maranhão, Polícia Militar do Piauí, Secretaria de Fazenda do Estado do Piauí e Secretaria de Fazenda do Estado do Maranhão.

*Com as Informações do Portal Meio Norte.