Ex-bispo Sobral é acusado de assédio sexual por reportagem do Fantástico

“A gente chegou a ter relações sexuais, sim”, diz uma das vítimas sobre Dom Aldo

O Fantástico desmascarou o ex-bispo de Sobral Dom Aldo Pagotto por ter assediado garotos e protegido pedófilos quando era arcebispo da Paraíba. Ele foi condenado a pagar indenização de R$ 12 milhões devido ao crime: R$ 1 milhão para cada ano à frente da Arquidiocese. O dinheiro deve ter uso social.

O religioso também protegeu um padre em Sobral em 2002 que abusou de 21 meninas. O mais revoltante é que o Tribunal de Justiça do Ceará arquivou o caso, e não foi por influência do ex-prefeito de Sobral Cid Gomes, seu amigo.

Segundo o Fantástico, Dom Aldo vive agora em Fortaleza. Teve câncer de próstata. Na páscoa de 2018, divulgou um vídeo em que aparece debilitado.

Fonte: Ceara News.