Ascom/FMC

Marcando o encerramento do ciclo natalino, a Festa do Dia de Santos Reis, realizada nesse domingo (05), celebrou a tradição cristã com apresentações musicais do Grupo Candieiro do Forró e da banda Valor de PI, além de espetáculo com o grupo Reisado Reis de Ouro.

A festa popular promovida pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), celebrou o regionalismo e as crenças cristãs com o colorido das fantasias e muito forró que evidenciaram a cultura popular.

“Resgatamos essa tradição do reisado para mostrar para as pessoas a sua origem, trazendo o lado cristão e ainda o enriquecimento dessa cultura com as características nordestinas”, diz Wellington Sampaio, coordenador de Cultura Popular da FMC.

Comemorado no dia 6 de janeiro, o Dia de Santos Reis ou Dia de Reis surgiu da tradição católica que narra a visita dos três reis magos (Gaspar, Belchior e Baltazar) durante o nascimento do menino Jesus Cristo. A festa, introduzida por Portugal no período colonial, é feita por um grupo de músicos e dançarinos fantasiados que percorrem as ruas e propriedades das cidades anunciando o nascimento do Messias.

Sendo uma das mais folclóricas do país, a celebração foi marcada pelas tradições ancestrais que levaram muita animação ao público presente. Com pequenas encenações intercaladas com peças e batalhas, os personagens que representavam seres fantásticos humanizados, chamados de “caretas”, tomaram conta do Parque da Cidadania e encheram a plateia energia.

“A festa foi maravilhosa! Espero que se repita todos os anos com essa mesma animação. Fico feliz porque sinto que aos poucos estamos resgatando a dança de reis, o reisado em geral”, afirma com entusiasmo Solange Lustosa, professora que acompanhava as apresentações.

A noite encerrou com a apresentação da banda Valor de PI. Comandada por Vagner Ribeiro, o grupo levantou o público com um forró bem arretado e contagiante. Jovens e adultos deram as mãos e comemoraram a riqueza da cultura nordestina. No palco, além da banda, Maria Eduarda, de apenas três anos, fez a festa do início ao fim da apresentação. “Eu gostei muito”, comenta.

Fonte:Ascom/FMC/PMT-PI