Filha número seis de Silvio Santos, Renata Abravanel, de 34 anos, já tem data para assumir o comando do grupo de empresas criado pelo pai há 60 anos: março de 2020.

Ao voltar de licença-maternidade, Renata substituirá Guilherme Stoliar, sobrinho e homem de confiança de Silvio há mais de três décadas. Assim, a caçula se tornará a executiva mais poderosa do SBT.

Renata vem sendo preparada para ser presidente do Grupo Silvio Santos desde 2010, logo após Stoliar socorrer o tio e assumir o comando da holding, então envolvida em um dos maiores escândalos financeiros do país, o rombo de R$ 3,8 bilhões no Banco Panamericano. Atualmente, ela é vice-presidente do grupo.

Se confirmada a promoção de Renata, ela regerá um conglomerado de empresas que já teve mais de 20 mil funcionários e atua em ramos diversos, como mídia, títulos de capitalização, hotelaria, empreendimentos imobiliários e cosméticos.

O SBT, que fatura mais de R$ 1 billhão por ano e deu lucro de R$ 41,9 milhões em 2018, é a joia do grupo, mas há também a Liderança/Tele Sena (lucro de R$ 12,6 milhões em 2018), a Jequiti (que também fatura pouco mais de R$ 1 bilhões), a incorporadora Sisan e o hotel Jequitimar, entre outras empresas.

Renata estudou Administração de Empresas na Liberty University, na Virgínia (EUA), entre 2004 e 2007. Na volta, em 2008, foi trainee em várias áreas do SBT, até assumir a gestão e transformar o setor de novas mídias em uma fonte de receitas. O escândalo no Banco Panamericano, que antecipou sua ida para o Grupo Silvio Santos, frustrou seu plano de fazer uma pós-graduação no exterior.



CLIQUE AQUI PARA CURTIR A FRON PAGE DA MANCHETENET




Fonte:(Com informações: Notícias da TV)