Filho de Whindersson Nunes faleceu após o nascimento prematura (Imagem: Reprodução/ Instagram)

O primeiro filho de Whindersson Nunes e Maria LinaJoão Miguel, não resistiu e morreu na madrugada desta segunda-feira (31). A assessoria de imprensa do humorista confirmou o falecimento da criança, que nasceu prematuro de 22 semanas, em uma maternidade de São Paulo.

O bebê veio ao mundo no sábado (29) na mesma maternidade onde estava sob cuidados médicos. No domingo (30), em suas redes sociais, o youtuber escreveu: “Ontem eu conheci meu filho”.

Ao publicar uma foto em que aparece segurando a mão do pequeno, o ator relatou a angústia que sentiu ao ver o herdeiro nascer de forma precoce.

“A mãe dele foi uma leoa demais, e nessa hora a natureza me mostrou um lugar que eu nunca estive, parado, e sem poder fazer nada, onde eu não tinha controle de nada, só ver ela passar por tudo aquilo que nós ouvimos falar todos os dias, mas só passando mesmo pra saber”, desabafou o famoso.

“Obrigado por ser tão forte pelo meu maior presente! Que ele seja forte como a mãe, e insistente como o pai. Que quando disserem que ele nunca lutou por nada, vamos poder responder que só pela vida, e graças a Deus, e a energia de quem quer nosso bem superaram tudo”, ressaltou Whindersson Nunes, na rede social.

A mamãe de primeira viagem também falou sobre a chegada do filho em suas redes: “João Miguel nasceu num parto prematuro com 22 semanas e 2 dias. As coisas, às vezes, não são como imaginamos, mas tudo tem um motivo e um propósito”.

“Agradecemos as mensagens, as orações e as energias positivas, mas nesse momento queremos ficar com nossa família e exclusivamente com o João Miguel. Deus está na frente de tudo”, finalizou ela.

Hoje, a assessoria de imprensa comentou: “A assessoria de imprensa de Whindersson Nunes informa com tristeza o falecimento de seu filho, João Miguel, na madrugada desta segunda-feira (31). Fruto da união com Maria Lina, o bebê que nasceu de forma prematura, com 22 semanas, não resistiu. Contamos com a compreensão de todos, em solidariedade à família”.

“Com as informações do RD1