Firmino diz que estuda reajuste menor que R$ 4,02 na passagem de ônibus

O prefeito Firmino Filho afirma que a Prefeitura estuda a possibilidade de conceder um reajuste da  passagem de ônibus menor que R$ 4,02. Segundo ele, para isso é preciso que o tesouro municipal arque com subsídios.

A declaração do prefeito foi feita durante a posse da nova diretoria do Tribunal de Justiça do Piauí nesta segunda(07). 

“Retornamos hoje e recebemos os relatórios. Vamos tomar a posição após analisá-los. A posição do Conselho foi zerar a necessidade de subsídios. Logo teremos a solução dessa questão”, disse.

Firmino destaca que a ideia é buscar recursos para bancar essa diferença. “Qualquer valor abaixo vai exigir subsídios da Prefeitura”, ressaltou. 

Os subsídios são valores pagos pelo município para compensar gratuidades e a passagem dos estudantes, que atualmente corresponde a cerca de 42% do valor da passagem inteira. 

O gestor declara ainda que os estudantes vão continuar pagando um valor menor na meia passagem, mesmo com o aumento. “O desconto da meia passagem já está acima de 50%. Já está assegurado”, disse. A meia deve ficar em R$ 1,28.

Entenda o caso

No final do ano passado, o Conselho Municipal de Transporte aprovou o aumento da tarifa de ônibus de R$ 3,60 para R$ 4,02. Um reajuste de 11% na tarifa de ônibus em Teresina, que pode deixar a capital do Piauí com a passagem mais cara do Nordeste. 

Em 2017, o Conselho Municipal aprovou tarifa de R$ 3,71 e Firmino Filho não acatou. 

Fonte: cidadeverde.com