O Flamengo pode ter um desfalque importantíssimo para as semifinais da Copa Libertadores, mas fora de campo. Nesta quinta-feira, o clube foi denunciado pela Conmebol por uma quebra de protocolo protagonizada por Jorge Jesus, que ficou cumprimentando os jogadores na saída do gramado do Beira-Rio, após a classificação conquistada para cima do Internacional.

De acordo com o regulamento da entidade máxima do futebol sul-americano, a ação do treinador português rompe com as normas estipuladas e, assim, ele poderá ser impedido de dirigir a equipe rubro-negra contra os gremistas. A informação foi publicada inicialmente pelo portal 43 minutos.

O Flamengo já enviou sua defesa à Conmebol e aguarda pela resposta. Caso realmente seja punido, Jorge Jesus não poderá ficar à beira de campo na primeira partida das semifinais da Copa Libertadores, diante do Grêmio, no dia dois de outubro, em Porto Alegre.

O clube carioca já foi alvo de uma ação semelhante na torneio ainda nesta temporada. Por conta de um atraso na volta do intervalo da partida contra o Peñarol, do Uruguai, no Maracanã, no dia três de abril, pela Fase de Grupos, Abel Braga foi multado em quase R$ 6 mil e ficou impedido de dirigir a equipe no duelo diante da LDU, do Equador, em Quito, no fim do mesmo mês.

*gazetaesportiva