Sergio Perez disse que a Racing Point é “a mesma equipe, apenas com mais orçamento”, e um nome e proprietário diferente, depois que a Force India entrou sob administração no verão passado, antes de ser comprada.

Sergio Perez disse que a Racing Point é “a mesma equipe, apenas com mais orçamento”, e um nome e proprietário diferente, depois que a Force India entrou sob administração no verão passado, antes de ser comprada.

Durante o Grande Prêmio da Hungria, no ano passado, Perez, junto com outros credores, instigou a Force India a entrar sob administração para continuar operando enquanto um novo dono era encontrado.

Esse dono veio na forma de um consórcio liderado por Lawrence Stroll, pai do atual piloto da Racing Point, Lance Stroll, que ajudou a financiar a equipe desde então.

O mexicano sentiu que uma mudança tinha que ser feita em prol da equipe, para continuar no esporte.

Perez disse ao F1i.com: “Você sabe, nós estávamos chegando a um ponto no tempo em que as coisas estavam parecendo muito, muito difíceis dentro da equipe, para continuar assim”.

“Então, queríamos fazer isso e colocar a organização de volta no lugar, para garantir que todos pudessem manter o emprego”.

“Além do nome e do proprietário, ainda é a mesma equipe, apenas com mais orçamento e perspectivas de crescimento para os próximos anos.”

O mexicano conseguiu apenas três vezes, ficar entre os dez primeiros até agora nesta temporada, mas espera que este ano seja uma ‘passagem’ depois do ano passado, com mais foco em 2020.

“Acho que sabíamos que ia ser difícil”, acrescentou

“Não é tão difícil, obviamente, mas estamos melhorando bastante e o foco é parcialmente no próximo ano também”, completou.

Fonte: Lance.