A partida ficou apenas nos 45 minutos iniciais

(PORTAL AZ) – Noite de semifinal no estádio Albertão e seguindo a tônica do campeonato, o pouco público que compareceu para a partida entre  Altos e 4 de Julho viu um forte temporal interromper a partida.

Com a chuva iniciando ainda no primeiro tempo, na volta do intervalo a equipe de arbitragem conferiu a situação do gramado. Seguindo o regulamento, foram respeitados os quinze minutos de intervalo mais meia hora para avaliar se seria possível continuar a partida .

Depois do tempo estabelecido o árbitro da partida Antônio Santos Nunes reuniu os capitães e representantes das equipes em campo. A decisão foi de adiamento do segundo tempo para partida para quinta (04), às 9h da manhã.

O primeiro tempo

O Altos começou buscando o gol nos minutos iniciais da partida. Com um minuto de jogo, Raphael Freitas cabeceou, mas a bola passou sobre o gol. Três minutos depois, sobra de bola na entrada da área, Manoel cortou e bateu colocado, mas a bola acabou subindo.

Depois disso foi a vez do 4 de Julho se encontrar na partida. Aos 7 minutos, Wilsinho foi lançado na direita, cruzou rasteiro e Fernando Henrique interceptou. Aos 12 minutos foi a vez de Chapinha chutar de fora da área para defesa em dois tempos de Fernando Henrique.

A partida ficou apenas nos 45 minutos iniciais (Foto: Luís Andre / Altos)

O Altos voltou a atacar com Dos Santos. Lançado na direita o volante avançou, cruzou para área, Manoel chutou, mas sem força.

Quando os times perderam em movimentação, a chuva tomou conta do estádio Albertão. Com a intensidade, poças de água começaram a se formar e as equipes buscavam as jogadas aéreas para abrir o placar.

Aos 34 minutos, Ancelmo bateu colocado de fora da área e a bola passou a direita de Fábio Lima. Mas o primeiro chute do jogo na direção  do gol veio cinco minutos depois. Em cobrança de falta, Jorginho fez Fábio Lima espalmar evitando o primeiro gol da partida.

A chuva ficou mais forte e consequentemente mais poças apareceram em campo. Aos 42 minutos, em bola lançada na área, Manoel viu a mesma parar na marca do pênalti. O atacante estava no chão, tentou chutar, mas a bola saiu fraca em direção ao goleiro Fabio Lima.