Caso foi divulgado pelo pastor Júnior Trovão, que pregou em Camboriú no último sábado


O pastor Junior Trovão usou as redes sociais para relatar um fato que aconteceu na semana passada. No último sábado (27), um homem que ouviu a pregação do religioso acabou sendo morto após ter saído da igreja onde se converteu ao evangelho. O culto aconteceu em Balneário Camboriú, Santa Catarina.

O homem foi identificado como Giovani Ribeiro dos Santos. Ele tinha 35 anos e foi encontrado na calçada da igreja. O corpo estava com muitas perfurações de bala.

Antes de entregar sua vida a Cristo, Giovani teve várias passagens pela polícia por crimes como violência doméstica, tráfico de drogas, estelionato, porte ilegal de armas, entre outros. Ele foi uma das sete pessoas que arrependeram na noite do culto na igreja.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e foi até o local, onde confirmou o óbito. A Polícia Civil e o Instituto Geral de Perícias (IGP) foram responsáveis por vistoriar a cena onde a morte de Santos aconteceu.

Sobre o episódio, pastor Junior destacou a última chance que o homem teve sem sequer saber o que aconteceria momentos depois.

– Ontem fiz o apelo e Deus falou fortemente que alguém estava recebendo a última a chance, e das sete vidas que se entregaram à Cristo, esse moço foi a segunda a pessoa a se entregar. Tristeza pela vida que se foi, alegria pela alma que Jesus salvou – declarou. Com as informações do Pleno News.