Homem é preso suspeito de comprar moto com CNH furtada para trabalhar como mototaxi

Segundo a polícia, o homem furtou a documentação de uma mulher e se passou por marido da vítima para realizar a compra.

Um homem identificado como Eleuterio Alves do Santos, 52 anos, foi preso em flagrante nesta quinta-feira (5) no bairro Tabuleta, Zona Sul de Teresina, suspeito comprar uma moto com uma carteira de habilitação furtada para trabalhar como mototaxista.

Segundo a polícia, uma mulher havia perdido a documentação e o homem se passou como marido da vítima para realizar a compra.

Motocicleta apreendida — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Segundo o chefe de investigação Raimundo Nonato Martins, do 1° Distrito Policial de Teresina, o homem realizou a compra da motocicleta em uma loja no Centro de Teresina.

“Chegou na loja com o documento informando que estava querendo comprar uma moto e se passou como marido da vítima. Ele disse ao vendedor que a mulher era impossibilitada e não tinha como se locomover até o estabelecimento. O funcionário então entregou o contrato para que ela pudesse preencher em casa, e dessa forma ele falsificou a assinatura e realizou a compra”, disse.

De acordo com a polícia, a mulher teve conhecimento da compra depois que a empresa entrou em contato por telefone para informar o atraso da parcela. “Ele contou que a loja ligou dizendo que a primeira prestação estava em atraso. Nesse momento ficou surpresa e informou não ter conhecimento dessa compra e foi até a loja e descobriu que realmente havia a compra. A vítima comprovou que a assinatura era completamente diferente da sua e em seguida prestou boletim de ocorrência na delegacia”, contou.

Conforme o investigador, o mototaxista é suspeito de assediar mulheres durante as corridas e tem várias denúncias de clientes. “Eleuterio trabalha na região do Centro da cidade e só fazia corridas com mulheres, inclusive os próprios colegas de trabalho expulsaram ele do ponto por causa dessas denúncias”, contou.

Conforme Martins, o suspeito foi preso e encaminhado para a Central de Flagrantes. Ele vai responder pelo crime de receptação e fraude.



CLIQUE AQUI PARA CURTIR A FRON PAGE DA MANCHETENET




Fonte:Redação Manchete Net/G1 Piauí