Reprodução: Catraca Livre

Um vídeo publicado nesta sexta-feira (07), pelo líder do movimento ‘entregadores de aplicativos antifascistas’, mais conhecido como Galo, tem gerado muita revolta na Internet.

A filmagem viralizou e alcançou diversos famosos, os quais demonstram-se totalmente indignados com a situação.

No vídeo, é possível identificar um morador de um bairro de classe média alta humilhando um entregador. O homem tenta por diversas vezes humilhar o rapaz que estava apenas exercendo seu trabalho.

A página Hugo Gloss, no Instagram, que conta com aproximadamente 15,7 milhões de seguidores, compartilhou o vídeo em questão. Nos comentários da publicação, diversas celebridades saíram em apoio ao trabalhador humilhado.

Leia também:

5 razões para você amar o aloe vera, esse superalimento medicinal

Segurança é baleado em hospital na zona Norte de Teresina

View this post on Instagram

Hoje cedo, nos revoltamos e entristecemos ao assistir às cenas de Matheus Pires, jovem de 19 anos, sendo humilhado por um homem que proferia ataques racistas contra o entregador. Procurado por Luciano Huck, Matheus deu mais detalhes do que aconteceu por trás das câmeras. "Antes, ele cuspiu em mim e jogou a nota fiscal do restaurante em mim", contou. Matheus acionou a polícia e seguiu com o agressor até uma delegacia. Lá, o homem continuou com os ataques: "Me chamou de favelado na frente dos policiais". Matheus não baixou a cabeça e fez questão de registrar um boletim de ocorrência contra o cidadão, responsável pelos inadmissíveis crimes. Mais uma vez, fica aqui nosso apoio a @matheuspiresdd! Você sim nos dá orgulho! Você é grande! E que a justiça seja feita!!! #RacistasNãoPassarão (🎥: @lucianohuck )

A post shared by Hugo Gloss (@hugogloss) on

Figuras como o craque Neymar, o ex-BBB Pyong Lee, a apresentadora Maisa e diversos outros nomes conhecidos do público demonstraram compaixão com a situação vivida pelo entregador. O próprio dono da página Hugo Gloss, na legenda da postagem, fez um texto em homenagem ao trabalhador, desejando-lhe felicidade e pedindo para que continue de cabeça erguida diante desse tipo de situação.

No vídeo da humilhação sofrida pelo entregador, é possível observar um homem de camisa azul proferindo várias ofensas, algumas relacionadas à condição social do rapaz e outras fazendo referência à cor de pele. O homem chega a dizer que o trabalhador tem inveja de todas as famílias que moram no condomínio, que ele nunca conseguirá ter uma condição semelhante a de quem mora no local.

Ao se referir ao tom de pele do entregador, o homem aponta para o seu próprio braço e faz gestos, dizendo que ele teria inveja da cor de pele branca.

*Com as informações i7news