Fotomontagem: Bruno Avila / Reprodução: Instagram/Luciano Huck / Mauro Pimentel/AFP

Recentemente, o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, fez diversas acusações contra o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro. Após pressão midiática e popular, um vídeo que provaria as acusações foi divulgado para o público.

Além do trecho citado por Moro, algumas outras polêmicas surgiram por falas do presidente e de seus ministros em uma reunião ministerial que aconteceu em meio as primeiras milhares de mortes causadas pelo novo coronavírus.

Algo ressaltado pela mídia e por críticos do presidente Bolsonaro foram os palavrões por ele falados durante a reunião. E o apresentador Luciano Huck, que já declarou ter interesse no cargo de presidente da República, não ficou de fora ao ver a divulgação do vídeo com o conteúdo da reunião ministerial.

Primeiramente, o apresentador citou que o novo coronavírus já havia feito quase 3 mil vítimas no Brasil, enquanto estaria acontecendo um “show de descaso com a saúde” no Palácio do Planalto.

Pontuado por falas desconectadas, grosseiras, com interesses pessoais, completamente alheias às reais necessidades do país. Chocante“, disse o apresentador da TV Globo, destacando os palavrões ditos por Bolsonaro.

Mas a crítica de Luciano Huck não foi bem aceita por parte do público, que o criticou em massa nas redes sociais.

Fonte:twitter

A palavra ‘chocante’ passou a ser a mais comentada no Twitter após a repercussão do comentário de Huck. A grande maioria das pessoas repostando a tag estavam fazendo ironias em relação a fala do apresentador.

Huck, no entanto, não se pronunciou sobre a repercussão negativa de seu comentário, em que alguns mostraram supostas contradições em seus discursos.

Fonte:1 News