Jair Bolsonaro confirma Força Nacional para o Ceará e critica Camilo Santana

“Governador reeleito tem uma posição radical a nós”, alfinetou o presidente

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira (4) que o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, agiu certo em mandar a Força Nacional para o Ceará, com o objetivo de ajudar no combate às facções criminosas. Ele ainda afirmou que o governador Camilo Santana (PT) “tem uma posição radical” à sua gestão.

“Desde ontem à noite, [estou] conversando com o ministro Sergio Moro e tratando desse assunto. Ele foi muito hábil, muito rápido e eficaz para atender inclusive o Estado cujo governador reeleito tem uma posição radical a nós. E o povo do Ceará precisa nesse momento [de ajuda]”, declarou Bolsonaro, referindo-se a Camilo. As informações são do UOL.

Em tempo

O presidente informou que Força Nacional “está na iminência” de decolar para Fortaleza. Sergio Moro autorizou o envio de tropa federal ao Ceará. Cerca de 300 homens e 30 viaturas da Força Nacional seguem ainda hoje e atuarão por 30 dias em ações de segurança e apoio à Polícia Federal (PF), à Polícia Rodoviária Federal (PRF), ao Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e às forças policiais estaduais.

Em tempo II

Caso necessário, o prazo de atuação das tropas poderá ser prorrogado.

Fonte:cn7.com.br