Foto reprodução

Considerado um dos maiores nomes do samba no Piauí, Peinha do Cavaco faleceu na tarde desta quinta-feira (13). Ele estava internado há dois dias em um hospital particular de Teresina.

Amigo e admirador de Peinha, o sambista Robert Glaydson contou ao site Cidadeverde.com que o músico tinha uma cardiopatia. “Ele foi internado há dois dias. Chegou a fazer teste de Covid-19, mas deu negativo. Ele possuia um problema no coração e acabou falecendo na tarde de hoje devido a esse problema”, disse.

A morte de Peinha do Cavaco deixa o samba em luto. Ele era um dos mais respeitados e experientes sambistas da capital e colaborou para o crescimento do gênero musical em Teresina.

Peinha do Cavaco compôs músicas para diversas escolas de samba de Teresina, entre elas a marcante “O Piauí está no mapa, sim Senhor!”, escrita em parceria com Magno Aurélio.

“O Peinha tem uma frase que ele dizia que o samba agradece. Mas a gente agora, nesse momento, e sempre temos que agradecer a ele. Peinha era um baluarte do samba”, destaca Robert Glaydson.

Em 2020, Peinha realizou um sonho: gravou um CD com os principais nomes do samba no Rio de Janeiro. “Ele iria lançar, mas não teve condições por causa da pandemia”, acrescenta Robert.

A família não informou onde será o velório e sepultamento do músico.

“Com as informações do Cidade Verde