O pai da menina, identificado como Hélton José Nascimento é o principal suspeito de ter abusado sexualmente da própria filha.