Bob Júnior

Não é difícil encontrar fotos dele com algum artista, cantor ou cantora, alguma estrela reconhecida nacionalmente.

Seja em redes sociais ou em fotos pesquisadas no Google, lá estava o intrépido Bob Júnior. Trabalhava se divertindo. E talvez por isso colecionou amigos por onde passou.

Cinegrafista da TV Meio Norte, se tornou um dos profissionais mais queridos da televisão piauiense por sua simpatia e humildade. Gostava de ser chamado de “o cinegrafista das estrelas”.

Ele carregou esse apelido -dado por amigos de TV MN- desde os tempos que se tornou o queridinho do cantor Bell Marques durante as várias Micarinas realizadas em Teresina. Filmava o cantor, dava ‘carona’ no guindaste que fazia o cantor sobrevoar pelos foliões.

Tanto que passou a usar por algum tempo a mesma bandana de Bell Marques, ex-Chiclete com Banana. Bob trabalhou por muito tempo na emissora de Paulo Guimarães e ganhou experiência suficiente para empreender, fazendo alguns freela e faturando uma grana extra.

Morreu na noite desta sexta-feira, dia 24 de julho de 2020, vítima de complicações causadas pelo novo coronavírus. Possuía uma comorbidade, era hipertenso. Acometido pela doença, rapidamente se espalhou pelo seu organismo. Teve uma parada cardíaca e não resistiu. O jornalismo do Piauí está de luto por você, Bob. Meus sentimentos à família. Esteja em paz!

*Com as informações do oitomeia