Reprodução Manchete net

Uma mulher identificada como Jéssica Ferreira de Sousa, é suspeita de ter matado seu ex-marido Júlio Gabriel de Jesus Alves, de 29 anos, queimado na madrugada de segunda-feira (13), em uma residência da Quadra 08, no Conjunto Árvores Verdes, Vila Santa Bárbara, zona Leste de Teresina.

A equipe da Rede Meio Norte, entrou com exclusividade na residência onde o crime ocorreu e entrevistou a mãe da vítima, Aldina de Jesus, que detalhou como tudo aconteceu. Ela acredita que o caso foi premeditado, pois vizinhos relataram que viram a suspeita indo comprar álcool em um comércio. Jéssica Ferreira é mãe de quatro crianças, sendo que Júlio Gabriel era pai de dois.

O casal passou três anos juntos. Jéssica tinha uma medida protetiva após sofrer agressão no passado. “Ela não morava mais com ele, mas ficava provocando, convidou ele para dormir com ela no domingo porque ele estava bebendo perto da minha casa e na madrugada  jogou álcool na cama e tocou fogo nele, inclusive, isso ocorreu na frente dos quatro filhos dela”, declarou em entrevista ao repórter Matheus Oliveira.

Júlio ainda conseguiu correr até a casa da mãe e foi levado em estado grave para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT). Jéssica chegou a ser presa em flagrante, mas teve a prisão substituída por prisão domiciliar, durante audiência de custódia.

A decisão foi publicada pelo Juiz de Direto da Central de Inquéritos na tarde de terça (13), quando Júlio ainda estava internado no HUT, mas devido a gravidade das queimaduras acabou indo a óbito logo depois.

O caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

“Com as informações do Meio Norte