Em meio à pandemia do coronavírus no estado de São Paulo, o município do Guarujá terá a reabertura de pelo menos 66 tipos de estabelecimentos.

A partir da próxima segunda-feira (21), graças a uma determinação da prefeitura, que deu sinal verde para que escritórios de advocacias, imobiliárias, salões de beleza, barbearias, autopeças, lojas de compra e venda de automóveis, lavanderias, entre outros tipos de comércio voltem a operar, desde que cumpram algumas regras preventivas.

A decisão de flexibilizar a quarentena foi tomada na quinta-feira (16), mesmo dia em que o governador João Doria estendeu o isolamento social até o dia 10 de maio. “As regras contidas neste decreto serão monitoradas pela fiscalização municipal, sendo que a flexibilização será avaliada diariamente em razão do cumprimento das normas e da análise do boletim Coronavírus, emitidos pela Secretaria de Saúde do Município`, diz parte do texto do decreto.

É preciso ressaltar que os estabelecimentos têm que seguir os passos de combate à pandemia, como garantir álcool em gel aos funcionários, evitar aglomerações, manter uma distância segura entre as pessoas e a higienização das máquinas de débito e crédito logo após o uso. Pessoas que não estiverem de máscara de proteção não poderão entrar nas lojas.

 

Fonte/SBT