No Dia Estadual de Combate ao Feminicídio, a deputada federal Margarete Coelho (PP) cobrou que poderes e entidades se unam numa agenda de enfrentamento à violência contra a mulher.

— Somos um estado com altos índices de feminicídios no país, mas também temos desenvolvido políticas públicas em termos de segurança da mulher que se tornaram referência para o Brasil. Precisamos unificar agendas, organizar nossas pautas e garantir a política de enfrentamento contra a violência a nós, mulheres — publicou no Instagram, lembrando que os verdadeiros resultados só serão possíveis com transformação cultural.

A data, 27 de maio, foi instituída com base na Lei 7.120, proposta por Margarete – à época de seu mandato como deputada estadual – e por ela sancionada enquanto governadora em exercício, no ano passado.

Informações 180graus.