22°C 36°C
Teresina, PI
Publicidade

Cuba pede flexibilidade de governo Lula para conseguir pagar dívida

Petista desembarca em Cuba nesta sexta-feira (15)

15/09/2023 às 18h38
Por: Dedé Sousa Fonte: Redação@mancheteNet
Compartilhe:
Reprodução rede social
Reprodução rede social

O governo de Cuba manifestou nesta sexta-feira (15) o seu interesse em negociar o pagamento da dívida de US$ 538 milhões que tem com o Brasil. A dívida se refere ao financiamento de obras e serviços realizados por empresas brasileiras na ilha caribenha.

Segundo um documento obtido pelo jornal Folha de São Paulo, Cuba propõe algumas alternativas para quitar o débito, como um abatimento no valor total, pagamentos em bens urbanos ou em moedas diferentes do dólar.

Continua após a publicidade
Anúncio

A questão da dívida deve ser discutida durante a visita do presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a Cuba, que começa nesta sexta-feira. Lula participará da reunião do G77, grupo que reúne 134 países em desenvolvimento. Além disso, ele terá um encontro bilateral com o líder cubano, Miguel Díaz-Canel.

Lula viajou acompanhado de três ministros: Mauro Vieira (Relações Exteriores), Nísia Trindade (Saúde) e Luciana Santos (Ciência e Tecnologia).

Em reunião virtual realizada na segunda-feira (11), os integrantes do Executivo brasileiro e os bancos públicos para discutir a dívida cubana.

“Autoridades do país externaram não possuir neste momento meios para o pagamento das suas obrigações. As autoridades teriam sinalizado esperar algum tipo de flexibilidade por parte do governo brasileiro — por exemplo, um haircut comparável ao recebido no tratamento da dívida do Clube de Paris em 2015 e, diante da escassez de dólares, uso de moedas alternativas ou recebíveis de commodities cubanas — para permitir a retomada dos pagamentos”, diz o documento da reunião.

Continua após a publicidade
Anúncio
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias