22°C 36°C
Teresina, PI
Publicidade

Temperaturas podem ultrapassar os 40ºC no Piauí nesta semana

De acordo com o informe, as ondas de calor podem afetar as condições atmosféricas (temperatura e umidade) no estado, resultando em valores acima da média climatológica para o período.

19/09/2023 às 10h13
Por: Dedé Sousa Fonte: Redação@manchetenet
Compartilhe:
Foto: Reprodução/rede social
Foto: Reprodução/rede social

O Piauí deve enfrentar uma onda de calor nos próximos dias, segundo o informe meteorológico crítico da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh).

A previsão é de que as temperaturas ultrapassem os 40° entre quarta-feira (20) e sexta-feira (22) de setembro. O documento foi elaborado pela Diretoria de Planejamento e Segurança Hídrica e pela Sala de Monitoramento e Previsão de Eventos Climáticos Extremos.

De acordo com o informe, as ondas de calor podem afetar as condições atmosféricas (temperatura e umidade) no estado, resultando em valores acima da média climatológica para o período. O boletim lembra que, em agosto de 2023, o Piauí já havia registrado temperaturas de até 41ºC, quando o normal seria em torno de 36,5ºC.

Continua após a publicidade
Anúncio

O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) alertou que as regiões mais atingidas pela onda de calor serão o Centro Oeste e o Sul do Brasil, mas que isso também pode influenciar a dinâmica atmosférica do Nordeste e, consequentemente, do Piauí (entre os dias 20 e 22 de setembro de 2023). A expectativa é de que as temperaturas superem os 40ºC e a umidade fique abaixo dos 15%, especialmente nos municípios das mesorregiões sudoeste e sudeste piauiense.

O boletim alerta para o alto risco de insolação (raios solares) se tornam mais expressivas em decorrência do número reduzido de nuvens. As temperaturas elevadas já fazem parte do contexto histórico do trimestre setembro, outubro e novembro tal como os baixos índices de umidade relativa do ar (%), porém os sistemas atmosféricos estão apresentando comportamentos extremos em virtude do El Niño.

Apesar das altas temperaturas, "não há motivo para alarde", diz climatologista
O climatologista Werton Costa afirma que a Defesa Civil está monitorando a repercussão do fenômeno El Niño no Piauí, que altera a circulação atmosférica e amplia a condição de calor e baixa umidade. Werton Costa diz que não há motivo para alarde com o alerta da onda de calor. A Defesa Civil Estadual e a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar) seguirão emitindo boletins para manter a população informada sobre a situação.

Nesse sentido, algumas recomendações devem ser seguidas:

Continua após a publicidade
Anúncio

✓ Hidratar-se através de consumo de líquidos;

✓ Evitar práticas de esportes expostos ao sol entre 11h e 18h;

✓ Evitar locais com aglomerações e baixa circulação de ar;

✓ Evitar expor-se ao sol entre 11h e 18h;

✓ Utilizar-se de “sombrinhas”, protetor solar;

✓ Procurar locais florestados para prática de esportes ao ar livre após os horários críticos;

✓ Umidificar ambientes com umidificadores, toalhas molhadas, baldes com água;

* Crianças de 0 a 5 anos, pessoas com comorbidades e idosos devem redobrar os cuidados quanto às recomendações aqui descritas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias