22°C 36°C
Teresina, PI
Publicidade

Centro de Referência em Saúde do Trabalhador promove reunião sobre Laudo Caracterizador de Deficiência

O Cerest Estadual já emitiu quase 150 laudos de PCD somente neste ano.

09/07/2024 às 15h36
Por: Assessoria Comunicação Fonte: Secom Piauí
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Piauí
Foto: Reprodução/Secom Piauí

A elaboração e a emissão do Laudo Caracterizador de Deficiência (PCD) foram temas da reunião promovida pela Diretoria de Vigilância Sanitária do Estado (Divisa) nesta terça-feira (9) com o auditor fiscal do Ministério Público do Trabalho, Leonardo Araújo. O objetivo do encontro foi esclarecer os questionamentos da equipe do Centro Estadual de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest Estadual), no que diz respeito aos critérios legais de enquadramento e não enquadramento para a elaboração do laudo.

A emissão do PCD é feita pela equipe multiprofissional do Cerest Estadual, para aqueles trabalhadores que necessitam ser inseridos no mercado de trabalho por meio da lei de cotas de pessoas com deficiência, seja de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, que impeça sua participação na sociedade em situação de igualdade com outros indivíduos.

Continua após a publicidade
Anúncio

“A vinda do Dr. Leonardo Araújo aqui no Cerest Estado foi de extrema importância para ampliar os conhecimentos da nossa equipe de profissionais e qualificar os novos profissionais que irão compor a equipe do Cerest Entre Rios, que deverá ser inaugurado no próximo mês em Teresina”, destacou a diretora da Divisa, Tatiana Chaves.

O Cerest Estadual já emitiu quase 150 laudos de PCD somente neste ano. Os dados são referentes ao período de janeiro a junho de 2024.

Foto: Reprodução/Secom Piauí
Foto: Reprodução/Secom Piauí

“A elaboração de laudo pelo Cerest é um extremo facilitador no processo de inclusão. Enquanto auditor fiscal e agente competente para fiscalizar o cumprimento das cotas de pessoas com deficiência, a gente percebe que o Cerest é um importante meio nesse processo. Sem o Cerest , as pessoas com deficiência, trabalhadores do estado do Piauí, teriam extrema dificuldade de realmente cumprir os requisitos legais para enquadramento. Então, é importantíssima essa parceria, esse trabalho conjunto”, pontuou o auditor fiscal Leonardo Araújo.

A lei de pessoas com deficiência determina que empresas com 100 empregados ou mais reservem vagas de trabalho para o segmento. “Isso é auditado pelo Ministério do Trabalho e gera um benefício para as pessoas com deficiência, pois é mais uma garantia para que elas possam estar inseridas no mercado de trabalho e atuando com suas capacidades reconhecidas através do PDC”, disse a fonoaudióloga do Cerest, Carlene Bitu.

Continua após a publicidade
Anúncio

Além do Cerest Estadual, também está apta a elaborar e emitir o laudo de PCD toda a equipe de profissionais dos Cerests Regionais, que estão localizados nos municípios de Parnaíba, Picos, Bom Jesus e Uruçuí.
 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias