Quem / Arte

Nesta terça-feira, 4 de fevereiro, a morte do locutor Asa Branca acabou comovendo o Brasil inteiro, mas é o fim de uma luta de sofrimento.

Desde o final do ano passado, Asa Branca lutava contra a morte. Ele tinha câncer terminal de mandíbula e, por conta disso, já era desenganado pelos médicos. Para completar, Asa Branca também era portador do vírus HIV e da doença do pombo.

Mas Noticias:

“URGENTE” Com dificuldade para respirar, Asa Branca volta a ser internado em SP

A morte de Asa Branca ocorre em um momento ainda mais delicado para a família do locutor, que ficou famoso nacionalmente na década de 1990. No final da semana passada, Asa Branca teve uma visita importante no hospital. Sua suposta filha foi até ao local ao lado de uma ex-companheira de Asa Branca. O objetivo era tentar fazer um exame de DNA, o que não aconteceu.

A morte de Asa Branca foi confirmada em um comunicado divulgado nas redes sociais e, rapidamente, virou notícia em todo o país, como no site da Revista Quem. Ele tinha 57 anos de idade.

É com muito pesar que informo a todos o falecimento do nosso querido Waldemar Ruy Asa Branca dos Santos. Em breve, mais informações“. Além disso, o comunicado incluiu uma frase do locutor: “Nunca abandone um amigo, independente de sua situação”. O tema, rapidamente, virou pauta de alguns programas de TV. O Se Joga e o A Tarde é Sua foram alguns que levaram o assunto como pauta.

Nos últimos dias, Asa estava ligado à uma máquina de morfina. Ele já não era mais alimentado nem por sonda desde o último domingo. Asa teria aberto os olhos e nem reconhecido sua companheira, Sandra dos Santos.


CLIQUE AQUI PARA CURTIR A FRON PAGE DA MANCHETENET


Fonte:Redação Manchete Net/1News