Imagem: Divulgação/PC-PI

A Polícia Civil do Estado do Piauí, através da Delegacia de Combate à Corrupção (DECCOR), acompanhada de auditores do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI), deflagrou nesta quinta-feira (04/03), na cidade de Paulistana, a Operação Liderança, cujo objetivo é colher informações, documentos e provas sobre as contratações mantidas pelo referido município com a empresa Lider Transportes e Serviços.

No trabalho, os investigadores descobriram que, mesmo sem possuir patrimônio, estrutura e capacidade técnica-operacional, a empresa líder Transportes e Serviços sempre foi a única vencedora das sucessivas licitações com o município investigado ao longo dos últimos anos, sempre com o objetivo de locar veículos para a administração pública, em especial para o transporte escolar.

Pelo apurado, só no ano de 2018, as contratações apresentaram indícios de sobrepreços da ordem de mais de 40%, o que apontam indícios de desvio/expropriação de recursos públicos.

Imagem: Divulgação/PC-PI

A investigação envolve a apuração dos crimes de associação criminosa, peculato, fraude à licitação, entre outros.

Na operação, estão sendo cumpridos nove mandados de busca e apreensão expedidos pelo Juízo de Paulistana. Participam dos trabalhos policiais da DECCOR, GPE, GPI, Depre, Greco-Core, DRCI, Delegacia de Picos, Delegacia de Paulistana e Auditores do TCE-PI.

Na decisão judicial, foi determinado ainda o sequestro patrimonial e a indisponibilidade de mais R$ 15 milhões da empresa investigada e de seus proprietários.

O título da operação faz alusão ao nome da empresa e ao fato dela ter sido a única vencedora das licitações do referido município com o objetivo de locar veículos.

*Com as informações do Canal121