Três pessoas do interior de São Paulo estão sendo apontadas como suspeitas de envolvimento no crime.


A polícia já identificou quem são os suspeitos de envolvimento em invasão do celular do ministro Sergio Moro. Os apontados são da cidade de Araraquara, interior de São Paulo.

Investigações levaram a polícia a identificar três pessoas que estão sendo apontadas como os principais suspeitos de terem relação com o crime. Os dois homens, identificado por Gustavo Henrique Elias Santos de 28 anos e Walter Delgatti Neto de 30 anos, se conhecem desde a infância e possuem passagens pela polícia nos últimos seis anos, já a mulher identificada por Suelen Priscila de Oliveira é esposa de Gustavo.

Os supostos hackers receberam mandado de prisão e foram executados nas cidades de São Paulo e Araraquara. O advogado dos detidos acredita que os apontandos não têm envolvimento com o crime.

Acusados foto Reprodução.

Conheça os suspeitos:

Walter Delgatti: É morador da região de Araraquara e em 2015 foi preso por falsidade ideológica, pouco depois em 2017 foi detido novamente por tráfico de drogas e falsificação de documentos.

Gustavo Henrique: É DJ e reside em um apartamento em São Paulo junto com a mulher Suelen Priscila, que também está detida, já foi preso por receptação e falsificação de documentos em 2015. A mulher dele não possui passagens pela polícia.

Quatro inquéritos já foram instaurados para investigar o vazamento de mensagens do celular do ministro da Justiça. Investigadores trabalham com a hipótese de uma ação orquestrada, ou seja, planejada.- Com as informações do portal viagaora.