Policial Militar Lídio Mesquita, do 13° BPM em Teresina

Os dois suspeitos de terem matado o soldado Lídio Mesquita, do 13° BPM, na tarde da última quarta-feira (22), durante um assalto na Vila São Francisco, zona Norte de Teresina, morreram durante um confronto com os Policiais Militares da Força-Tarefa após serem localizados na tarde desta sexta-feira (24), na região do bairro Monte Verde, na zona Norte da capital.

Os dois foram baleados e ficaram gravemente feridos na troca de tiros. Eles chegaram a ser conduzidos ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT), mas faleceram ao dar entrada no local. A ação teve apoio do Coordenação Geral de Operações (CGO) da Polícia Militar do Piauí e dos agentes do Batalhão de Rondas Ostensiva de Natureza Especial (BPRONE/PMPI).

Policial é assassinado durante assalto na Vila São Francisco, zona Norte de Teresina

Acusados de matar PM Lídio Mesquita morrem após confronto com a Força-Tarefa (Reprodução)
Pedin não resistiu aos ferimentos e morreu no HUT

Após investigações da Polícia Militar do Piauí e dos agentes do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), a dupla foi encontrada. As imagens das câmeras de segurança de uma residência da rua em que aconteceu a morte do soldado, ajudaram nas diligências. O registro flagrou o momento que a dupla passou na rua e abordou Lídio Mesquita, tomando sua moto e efetuando o disparos contra o agente, que morreu ainda no local.

*Com as informações do Meio Norte