Pastor revela sua visão sobre apóstolos: ‘falsos profetas, mestres da mentira’

Segundo Renato, na igreja primitiva existiam apóstolos que tinham um chamado para exercer um ministério.

O pastor Renato Vargens é bem polêmico no meio evangélico, pois ele não tem medo de falar o que pensa. Recentemente, ele declarou no Twitter a sua opinião sobre os apóstolos brasileiros, causando muito alvoroço.

Alguns seguidores e até religiosos foram contra a sua opinião. “Não. Não existem mais apóstolos. Apóstolo bom é apóstolo morto. Os vivos não são apóstolos, são falsos profetas, mestres da mentira, inventores de doutrinas espúrias”, opinou.

Vargens é pastor da Igreja Cristã da Aliança e tem um livro chamado Reforma Agora, que trata sobre uma possível confusão evangélica no Brasil. Nele, o religioso compartilha a sua visão da Bíblia Sagrada, afirmando que os apóstolos de hoje são charlatões.

Segundo Renato, na igreja primitiva existiam apóstolos que tinham um chamado para exercer um ministério. Para ele, esse cargo ministerial era indicado por Jesus Cristo. O que não se aplica nos dias de hoje. O apostolado teria terminado na era cristã, e não se estende aos dias atuais.

Nas redes sociais alguns internautas se revoltaram, alegando que é uma falta de respeito com apóstolos respeitados, como Valdemiro Santiago. Outros começaram a alegar que também não existe nomeação de pastores nos dias atuais, gerando mais polêmica e discussões.

De acordo com alguns religiosos na internet, quando ele relata que “apóstolo bom é apóstolo morto“, ele não quis dizer que quer que os apóstolos dos dias de hoje morram. Ele se expressou dessa maneira para dizer que os bons apóstolos foram os que já morreram, na época em que Jesus Cristo esteve neste mundo.



CLIQUE AQUI PARA CURTIR A FRON PAGE DA MANCHETENET




Fonte:Redação Manchete Net/1 News