Foto reprodução

Em entrevista para para o apresentador Ieldyson Vasconcelos, no Ielcast, o radialista Paulo Brito comentou um pouco da sua história e deu declarações polêmicas.

Durante a entrevista, Paulo foi perguntado por Kilson Dione o que aconteceria se ele tivesse um filho gay. Ele respondeu que não teria diferença, que ia amar do mesmo jeito, mas teria regras: não poderia levar macho para cara.

“Eu ia amar como outro qualquer, como um outro filho”, disse. Kilson, então, perguntou e se caso ele levasse o ‘macho’ para casa.

“Ai eu cortava ele de facão, tinha nem conversa não”, completou.

Assista:

Confira a entrevista completa:

“Com as informações do 180 Graus