PF caça criminosos que praticaram novos atentados com explosivos no começo da semana

“Operação Dínamo” tenta cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão

(CN7) – A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta sexta-feira (5), uma operação em Fortaleza e na Região Metropolitana com o objetivo de prender  integrantes de uma facção responsável pelos recentes ataques criminosos  com uso de explosivos.

A ação policial, batizada de “Operação Dínamo” conta também com a participação da Força Nacional de Segurança (FNS), Polícia Civil, Polícia Militar e a Coordenadoria de Inteligência (Coin), da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado (SSPDS).

O objetivo das diligências é cumprir sete mandados de busca e apreensão e quatro de prisão preventiva determinadas pela Justiça. São 25 policiais federais empenhados na missão, além de 15 policiais civis, 15 policiais militares e equipes da FNS.

Os ataques criminosos ocorreram na última segunda-feira (1º) como retaliação de bandidos à novas regras impostas pela Secretaria da Administração Penitenciária às visitas íntimas nas unidades carcerárias do Complexo Penitenciário de Itaitinga.

Alvos dos ataques

Bandidos usaram explosivos em, pelo menos, quatro ataques seguidos na noite de segunda-feira passada. Os alvos foram duas subestações de energia elétrica, uma torre de energia e um açude que abastece Fortaleza e cidades da RMF. Os atentados ocorreram em Fortaleza (nos bairros  Antônio Bezerra e Conjunto Alvorada), Pacatuba e Maracanaú.

De acordo com a Polícia Federal, os acusados de participação nos ataques deverão responder pelos crimes de dano ao patrimônio público, qualificado pelo uso de explosivos.