Reunião para execução do ProjetoO Comandante Geral da PMPI, Coronel Lindomar, reuniu-se, na manhã de segunda-feira (28), com representantes do Ministério Público do Trabalho do Piauí (MTP-PI) e do Ministério Público Estadual (MP-PI) para as tratativas acerca da execução do Projeto Mobile.
O Projeto prevê o repasse de verbas provenientes da aplicação de pena de prestação pecuniária junto à Justiça do Trabalho (com amparo na Resolução nº 154 do CNJ de 13/07/2012) para a aquisição de softwares, servidores e kits de tecnologia móvel e embarcada, que serão utilizados na lavratura de Termos Circunstanciados de Ocorrência – TCOs –, na consulta de bancos de dados, na comunicação entre guarnições e unidades, bem como na remessa dos registros a outros órgãos. 
O objetivo é proporcionar profissionais melhor equipados para o enfrentamento das graves questões no campo da Segurança Pública, conforme preparo realizado no Curso de Capacitação para Operacionalização do Termo Circunstanciado de Ocorrência no âmbito da Polícia Militar.
Estiveram presentes na reunião o Procurador-chefe do MTP-PI, Dr. Ednaldo Rodrigues Brito Sousa, a Promotora de Justiça do MP-PI, Dr. Luana Azerêdo Alves, o Comandante do Policiamento Especializado da PMPI, Coronel Sousa Filho, além de um oficial da Polícia Militar de Rondônia, o Capitão PMRO Marcelo, que participou como instrutor do Curso de Capacitação para TCO no âmbito da PMPI. 

mobile

O valor total do Projeto Mobile, firmado em torno de R$ 2.500.000,00, abrangerá o investimento nos seguintes itens:
– 138 kits de tecnologia embarcada;- Três servidores de armazenamento do sistema, produção e banco de dados;- Sistema de Registro e Despacho de ocorrências, contemplando PMPI, CBMPI, PCPI e DETRAN-PI;- Talonário eletrônico de aplicação de multas, caindo diretamente no sistema do DETRAN; e- Módulo de Vistoria Técnica do CBMPI.

Postagem: Cabo PM LarissaFotos: CPE/PMPIDCOM